Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Atitude Sustentável’ Category

Aproveitando que estamos no período de férias, aqui vai uma dica sobre turismo sustentável. É sobre Paraty ou Parati (encontro das duas formas) porque recentemente visitei a FLIP e puder ver que a cidade está maravilhosa e inventindo mesmo neste tipo de turismo.

Apresentação

” Para quem conhece Paraty, sabe que suas atrações são muitas e inesquecíveis. Para quem ainda não teve o enorme prazer de visitar essa linda cidade, certamente terá outra atração quando chegar lá. Com uma média de 400 mil turistas anualmente e candidata ao título de Patrimônio da Humanidade da Unesco, Paraty quer se tornar o modelo de turismo sustentável para o mundo. A cidade foi escolhida para ser a pioneira da campanha internacional Passaporte Verde, do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. A campanha tem por objetivo estimular o turismo sustentável de forma a reduzir os impactos negativos do comportamento do turista sobre o meio ambiente.

A campanha faz parte do projeto Férias Sustentáveis, desenvolvido no âmbito da Força Tarefa Internacional para o Desenvolvimento Sustentável, composta por 20 países e liderada pelo governo francês. Em solo nacional, o projeto é coordenado pelos ministérios do Meio Ambiente, do Turismo e pelo Pnuma, além de contar com diversos parceiros. Deve ser lançado em dezembro de 2008.

Paraty foi escolhida devido às características naturais e culturais da região, bem como o compromisso dos envolvidos com o turismo na cidade em preservar e conservar os ecossistemas naturais, valorizar e proteger o patrimônio construído pelo homem e manter a cultura ancestral local.

 O site internacional do projeto será traduzido para o português, com informações sobre produção e consumo sustentável no setor turístico, inclusão de casos brasileiros e elaboração de conteúdo específico sobre o projeto-piloto em Paraty. Nele, os visitantes encontrarão dicas de como se tornarem turistas sustentáveis” desde o momento da escolha do destino, o que fazer quando chegar lá, antes de ir embora e até depois de voltar para casa.

Paraty, em contrapartida, precisará se adaptar à forma de turismo proposta pelo programa, oferecendo serviços e produtos compatíveis com a iniciativa. Ações de infra-estrutura e treinamento de pessoas serão contempladas pelo projeto.

Além de suas inúmeras e insuperáveis atrações, Paraty está para se tornar ainda mais bela. Inovação, beleza e sustentabilidade que podem garantir um turismo perfeito e uma viagem inesquecível. Conheça Paraty!”

* retirado de: http://www.energiaeficiente.com.br/

** post de  Flávio Vieira

Read Full Post »

Ligada nos sinais

Ligada nos sinais

Fonte: Planeta Sustentável

Read Full Post »

Bike 100% Reciclável

Selo "verde"e os sacos de coleta

Selo "verde"e os sacos de coleta

Com o apoio do Instituto Via Viva, que tem como objetivo preservar a vida, promovendo o desenvolvimento profissional e a geração de renda para pessoas com deficiência, a Caloi lançou o projeto “Eu pedalo, eu reciclo”. Este é o primeiro programa de reciclagem de pneus de bicicletas no Brasil. Agora a bicicleta é um veículo de transporte 100% reciclável.
Funciona assim: os pneus são depositados pelos consumidores nos coletores instalados em 5 lojas especializadas da Caloi, e cada um recebe um selo “verde” para sua bike.  A matéria resultante é enviada para centros de reciclagem e transformada em chips de borracha que são posteriormente utilizados em produtos como o Concreto DI®.
Os pontos de coleta estão localizados nas seguintes bikes shops:
– Ciclo Ravena (Rua Diogo Jacome, 690 – Vila Nova Conceição)
– Blue Bike (Av. Diógenes Ribeiro de Lima, 3.040 – Alto da Lapa)
– Bike North (Rua Conselheiro Moreira de Barros, 596 – Santana)
– Bike North (Av. Lins de Vasconcelos, 2.304 – Vila Mariana)
– Bike North (Rua Maria Cândida, 776 – Vila Guilherme)
Achei a idéia muito legal, também quero um selo desse para a minha bike! E vocês o que acharam? Iniciativa muito bacana não acham? 
 
Fonte: www.caloi.com.br

Read Full Post »

Como publicitária , fico feliz quando encontro um bom anúncio, e ainda pmais quando é sobre ecologia. Por isso sou grande fã e admiradora das ações do Greenpeace e WWF. Não que não haja outras boas peças, mas convenhamos que essas são as duas maiores organizações pró-ambientais mundiais, por isso disponibilizam de mais verba e gente querendo ajudar, há outras entidades que fazem trabalhos legais, mas normalmente não ganham tanta visibilidade.
Encontrei no site do Dukati uma compilação com vários anúncios da WWF. Achei muito legal, escolhi alguns e resolvi postar aqui no sustentabilizando. Espero que gostem.

[clique para ampliar as imagens]

Read Full Post »

A Terra vista de cima

Com certeza você é impactado por alguma notícia sobre o meio ambiente quase todos os dias, certo? Pra quem gosta do assunto, o filme HOME – Nosso Planeta, Nossa Casa é uma experiência original que registra uma viagem única pelo planeta Terra. O fotográfo Yann Arthus-Bertrand tirou fotos de ângulos que mostram o planeta visto de cima. HOME tenta sensibilizar, educar e conscientizar as platéias de todo o mundo sobre a fragilidade da Terra ao demonstrar que tudo que é vivo e belo sobre nosso planeta está interligado. HOME estréia 05 de junho, dia mundial do meio ambiente, em mais de 80 países, com uma missão: alertar que, apesar dos males que causamos à Terra, ainda há chance de salvarmos esse planetinha tão importante.

Esse é o vídeo que mostra um pouco do projeto

Via Hiperventilando

Read Full Post »

Estava pensando sobre a febre que se tornou as mídias sociais. Queridinhas da pblicidade online e desejada pelas empresas, então me toquei que todo mundo está usando as redes sociais em benefício próprio, mas pouca gente está pensando que com a ajuda delas, podemos fazer grande diferença pro mundo.
Com a facilidade de compartilhamento de informações, qualquer ação online não tem mais que se dar ao esforço de divulgar, criar polêmica ou arrumar um (a) garoto (a) propaganda famoso (a), é só ser uma iniciativa legal, com fins nobres e bem bolada que todo mundo quer participar, pelo menos, passando pra frente.
As pessoas que usam mais internet são mais ecologicamente conscientes que as demais, não tenho dados pra comprovar, mas acho que é uma especulação bem fundamentada, não concorda? Temos mais acesso às informações e opiniões, isso nos torna pessoas mais esclarecidas, e consequentemente, mais preocupadas com o meio que vivemos.
Algumas plataformas para mudar o mundo:
Blogs: Não digo isso porque escrevo aqui no Sustentabilizando, escrever suas opiniões em um blog e divulgar ações e iniciativas pró-ambientais é uma das maneiras mais ativas de influenciar pessoas a compartilharem do seu ponto de vista e, claro, participarem. Afinal, se você fica sabendo de uma ação que teve no Himalaia, e escreve com as suas palavras e em bom português, é muito mais fácil que as pessoas se interessem e compartilhem com outras pessoas. Não precisa necesssariamente se sentir na obrigação de montar um blog com esse tema, mas é legal aproveitar seu espaço, principalmente se seu blog tiver relevância na blogosfera e abordar o assunto, dizendo o que pensa, o que faz e o que acha que deveria ser feito.
Twitter: O Twitter é uma ferramenta com potencial de compartilhamento gigante, se você postar algo legal, é possível que muitas pessoas te retwittem e as pessoas que seguem essas pessoas e assim por diante. se você já tiver muitos followers e for uma pessoa que compartilha conteúdo relevante, o resultado é ainda melhor. Além de compartilha, por que não criar? Dar opiniões, ideias e exemplos são maneiras de influenciar seus followers a agir de maneira mais consciente.
YouTube: o maior site do mundo de compartilhamento de vídeos não serve apenas pra diversão, se você procurar, vai encontrar vários vídeos legais ou chocantes, que mostram a realidade de muitas pessoas e lugares, aliado aos blogs, twitter e qualquer outra rede social que permite compartilhamento de vídeos como Orkut, Facebook, Vimeo etc, pode impactar muitas pessoas e criar uma consciência nova, mais solidária e humana. Muitos vídeos tiveram alcance mundial como o Matt’s dancing around the world [Where the hell is Matt?]***** ou o Playing for Change, que fizeram muito sucesso e impactaram muita gente.
Vamos aproveitar melhor as ferramentas que estão ao nosso alcance, tudo depende de uma boa ideia e uma boa intenção, do resto, a boa-fé cuida.

Read Full Post »

Acabou de sair o segundo Greendex, que é um índice elaborado pela National Geographic com intuíto de medir o impacto das ações do consumidor frente ao meio ambiente. O questionário em sí trata-se de uma versão melhorada do teste Pegada Ecológica, criada pela ong WWF.

greendex map of de world

O legal é que a National Geographic além de melhorar  questionário foi a campo e entrevistou mais de 17.000 pessoas em 17 países para obter um indice de comparação.

Neste ano o Brasil ficou em segundo lugar, perdendo seu posto de primeiro lugar para a Índia. Segundo o Greendex, o que tirou pontos do Brasil foi o excessivo consumo de carne, já que somos uns dos países que mais consome. Nos ultimos lugares ficaram os Americanos e os Canadesnses, de acordo com o quadro:

Greendex: ranking dos principais países
Consumidores 2009 2008 Consumidores 2009 2008
Indianos (1º) 59.5 58.0 Alemães (10º) 51.1 48.1
Brasileiros (2º) 57.3 58.6 Suecos (10º) 51.1 NA
Chineses (3º) 56.7 55.2 Australianos (12º) 50.5 47.8
Argentinos (4º) 54.7 NA Franceses (13º) 49.5 46.5
Sul-coreanos (4º) 54.6 NA Ingleses (13º) 49.4 48.2
Mexicanos (6º) 53.8 52.7 Japoneses (13º) 49.3 47.4
Húngaros (7º) 53.3 51.7 Canadenses (16º) 47.5 46.3
Russos (8º) 52.0 51.1 Americanos (17º) 43.7 42.4
Espanhóis (9º) 51.4 48.0

Fonte: Planeta Sustentável

O desesperador é saber que nós, Brasileiros somos uns dos mais evoluidos com nesta questão, mesmo fazendo tanta coisa errada, imaginem como é ser Americano, dá até dó dos meus filhos só de pensar.

Em todo caso, você pode contribuir para que o meu e o seu filhinho viverem bem, basta você responder o questionário e ver o que você pode melhorar em suas atitudes.

Read Full Post »

Older Posts »