Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘meio ambiente’

Recebi a pouco a divulgação do III Forúm de Comunicação e Sustentabilidade, que neste ano acontece no Rio de Janeiro nos dias 19 e 20 de Maio de 2010. Li pouco sobre a proposta da terceira edição, tentarei resumir em linhas gerais, mas aqueles que estiverem interessados em mais detalhes podem acessar as informações integrais em: comunicacaoesustentabilidade.com/2010.

Fórum de Comunicação e Sustentabilidade
Fórum de Comunicação e Sustentabilidade

A proposta do Forúm neste ano surge antenada em como a mídia é capaz de influenciar a população e com base na constatação de que o Brasil é o segundo mais que mais sofre influência da mídia, atrás somente do México. Caminha em sentido de que nunca o meio ambiente e o aquecimento global esteve tão em evidência. Assim como a preocupação de que os mais pobres estão sendo os mais afetados pelas mudanças climáticas. Logo se faz necessária uma mudança, e por que não através da comunicação.

Contará com a presença de personalidades como Wangari Muta Maathai, Muhammad Yunus, Vera Cordeio, Tia Dag, Ferrez, Rainer Nolvak, além de um show em homenagem a Carta da Terra com Seu Joge, Maria Gadú, GOG  e MvBill. Para se inscrever acesse: comunicacaoesustentabilidade.com/2010/solicitacao-inscricao

    Anúncios

    Read Full Post »

    No próximo dia 06 de março, a partir das 14h, acontecerá o evento Papo Sério – EU, TU, ELES SUSTENTAMOS, organizado pelo Rotaract São Paulo ESPRO e o Rotaract SuPer PUC, em parceria com o Rotaract Club Tantocob – d.4130 – México, na ACM Centro, em São Paulo.

    A iniciativa tem inspiração na Agenda 21 e se propõe a fornecer informações para subsidiar o lançamento do projeto: Reciclagem começa em casa. Por meio de bate-papos que contextualizarão o problema do meio ambiente em âmbito global, oficinas e palestras mais focadas no dia-a-dia, pretende-se oferecer condições plenas para que cada participante do evento tenha condições para iniciar a coleta seletiva em sua casa.
    O Papo Sério contará com a presença de Victor Leon Ades e Gilberto Natalini.

    Victor Leon Ades – Designer em Sustentabilidade, ativista social e ambiental e membro de diversas redes de Cultura de Paz e Sustentabilidade entre as quais: Gaia Education, ConPAZ-Alesp, Redepaz; Educador em Sustentabilidade, Organização social e Economia Solidária; Facilitador de grupos e atividades com Comunicação e Conversas Significativas; Nucleador de Economia Sustentável do Programa Permanente Ecobairro na Vila Mariana em São Paulo, ligado ao Movimento Cidades em Transição; Membro da Ecovila Clareando em Piracaia – SP; Co-tecelão geral do curso Educação Gaia 2009 na UMAPAZ – São Paulo; Engenheiro Químico e pós-graduado em Administração de Empresas.

    Gilberto Tanos Natalini – Vereador do Município de São Paulo pelo PSDB, desde 1975. Está em seu terceiro mandato. Médico Cirurgião Geral, formado pela Escola Paulista de Medicina em 1975. É especialista em Gastrocirugia e membro títular do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva; foi Secretário Municipal de Saúde do Municipio de Diadema/SP; exerceu o cargo de presidente do CONASEMS. Eleito Vereador por São Paulo em 2000; é proponente e organizador da Conferência Municipal de Produção Mais Limpa, desde 2002; Secretario Municipal de Participação e Parceria da Cidade de São Paulo, a convite do ex-Prefeito José Serra; Membro da CPI do Passivo Ambiental da Câmara Municipal em 2006; Presidente da Comissão de Estudos para Apreciar os Problemas, Impacos e Discutir a Relação entre Causas e Efeitos no Aquecimento Global e a Cidade de São Paulo, em 2007; Membro da Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa da Câmara Municipal e São Paulo em 2009.

    QUANDO – próximo sábado, dia 06 de março
    ONDE – ACM Centro, Rua Nestor Pestana, 197
    HORÁRIO – a partir das 14h

    Acesse a programação em: http://rotaractpuc.wordpress.com/papo-serio/
    Mais informações: rotaractpuc@gmail.com / rctespro@gmail.com

    Read Full Post »

    Andamos meio de férias estes tempos,  e acabamos não atualizando o blog como deviamos, o que é uma tremenda mancada de nossa parte, mas o que interessa é que estamos de volta, desta vez talvez não mais com atualizações diárias como tinhamos antes, mas pelo menos três atualizações por semana nós faremos, além é claro postar noticias de ultima hora.

    sustentável 2009

    sustentável 2009

    Na semana que vem estaremos no Sustentável 2009, e faremos toda a cobertura do evento para vocês, vai rolar muita coisa boa, dentre ela participação do Mark Lee, que é CEO da Sustainability , além de presenças ilustres como a ex-ministra do meio ambiente Marina Silva, e representantes do PNUMA, Fundação Telefônica, CEBDS, Clima Tempo entre outros destaques.

    Vale estar presente, mas se não puderem, estaremos repassando para vocês os principais tópicos.

    Bem, é isto, aguardem as novidades.

    Read Full Post »

    Bem, o ultimo post do Sustentabilizando foi um apelo para que todos ajudassem a fazer pressão para que o nosso Presidente vetasse algumas algumas partes da MP 458 sobre a ocupação da Amazônia.

    Segue abaixo o e-mail com o resultado da mobilização feita.

    Obrigado a todos que ajudaram.

    ———- Forwarded message ———-
    From: Alice Jay – Avaaz.org <avaaz@avaaz.org>
    Date: 2009/6/29
    Subject: Conseguimos! Lula veta 2 provisões da MP

    Conseguimos!

    Semana passada o Presidente Lula vetou duas das três provisões da MP 458 que nós pedimos! 14.000 pessoas ligaram para o Gabinete Presidencial e 25.000 pessoas enviaram mensagens por email pedindo para ele salvar a Amazônia da privatização – e ele ouviu. Agora, somente pessoas que moram nas terras e não empresas, poderão ter suas terras regularizadas pelo governo.

    Na semana anterior o Presidente discursou para um grupo de fazendeiros no Mato Grosso dizendo que desmatadores não são “bandidos” e as ONGs são “mentirosas”. A mídia já estava anunciando que o Lula ficaria do lado dos “ruralistas”, porém nossa mobilização massiva nos últimos momentos antes do prazo para veto, influenciou a sua decisão — a opinião pública superou a influência política do agronegócio que queria proteger os seus interesses. A Senadora Marina Silva nos enviou uma mensagem confirmando a importância da nossa participação:

    “A participação da sociedade civil foi fundamental para que o Presidente Lula encontrasse respaldo popular para vetar o Artigo 7º e parte do Artigo 8º da MP 458. A atuação da Avaaz e sua rede de colaboradores nesse processo foi importante para essa conquista. Agora devemos exigir a participação e o controle popular na execução da regularização fundiária.”

    Este foi um passo importante para a Amazônia e o clima global. Agora, nós temos que garantir que o processo de regularização seja feito de forma transparente, sem corrupção ou violência. Teremos que estar atentos a todos os passos do processo para garantir que os discursos internacionais do Presidente Lula sejam compatíveis com as políticas ambientais nacionais, protegendo a Amazônia e não o agronegócio. Clique o link para assinar a carta para o Lula, pedindo que a MP seja implementada de forma adequada com mecanismos de monitoramento da sociedade civil. A carta será entregue para o Gabinete Presidencial:

    http://www.avaaz.org/po/carta_para_lula

    Obrigado por participar e compartilhar a convicção que as nossas vozes unidas podem influenciar as políticas que afetam todos nos.

    Com esperança,

    Alice, Graziela e toda a equipe Avaaz

    ——————————

    ————-

    Read Full Post »

    Fonte: Banco do Planeta

    Milton Aizemberg nos lembra da campanha lançada por Paul Mac Cartney em junho de 2008 convidando todos a não comer carne às segundas-feiras para diminuir a pressão sobre o planeta.

    Relatórios da ONU revelam que a criação de animais de corte é responsável por cerca de 18 por cento das emissões mundiais de gases estufa, responsáveis pelo aquecimento do planeta – mais que a indústria global de transportes.

    “Muitos de nós nos sentimos impotentes diante dos desafios ambientais, e pode ser difícil avaliar todos os conselhos que recebemos sobre como fazer uma contribuição significativa para um mundo mais limpo, mais sustentável e mais saudável”, diz McCartney no site oficial da campanha na Internet: www.supportmfm.org.

    Para Paul, se você não pode renunciar completamente à carne, eliminar por um dia já é um passo a frente. E você? Topa aderir a esta proposta?

    Venha nos dizer o que acha desta campanha. 🙂

    Visite Banco do Planeta em: www.bancodoplaneta.com.br

    Read Full Post »

    Na noite de quarta-feira, o Senado votou a Medida Provisória 458, aprovando-a tal e qual veio da Câmara. Por detrás desse número, o Congresso brasileiro, com o apoio explícito do governo, legalizou a grilagem, privatizando de uma só vez 67 milhões de hectares de terras públicas. Na longa sessão do Senado em que foi votada a MP, se digladiaram dois Brasis. O da Senadora Katia Abreu, relatora da medida e presidente da Confederação nacional de Agricultura, e o da Senadora Marina Silva.

    Katia Abreu, num discurso que precisa ser visto, lido e deglutido, defendeu sem a menor vergonha a legalização das invasões de terras públicas. Disse que o que acontece hoje na Amazônia foi o que aconteceu em São Paulo séculos atrás. Em São Paulo era tudo terra pública, que foi domada, ocupada, titulada. Porque na Amazônia não pode ocorrer o mesmo, perguntou. Marina falou do Brasil que não pode ser repetir, do Brasil que precisa se reinventar, que não pode escorar seu processo de desenvolvimento nos erros do pasado. Ela apelou aos senadores que a ajudassem a rejeitar a MP, para que não tivesse que puxar o movimento pelo seu veto, constrangendo publicamente o Presidente Lula. Em jogo, estavam extensões de terra equivalentes a 30 vêzes o tamanho de Sergipe.

    E aí? E aí a impressão que se tem é que ninguém, a não ser uns poucos, como Marina, ainda parecem se importar com a sorte do meio ambiente no Brasil. Os sinais da degradação estão por toda a parte. A aprovação da MP foi apenas mais um dos golpes que vem sendo desfechados nos últimos anos contra os recursos naturais do país. Às vezes eles se traduzem em ações como o desmatamento da Amazônia, a retomada do programa nuclear e a construção da Usina de Angra III e a decisão do governo de recriar o Ministério da Pesca, cujo único objetivo parece ser o de aumentar a produção pesqueira, mesmo diante das indicações que nossos mares há muito não estão mais para peixes.

    Outras vêzes, os golpes se traduzem pela parálise do governo. Como no caso de de eventos climáticos extremos. Sua incidência tem crescido no Brasil, como mostram as enchentes em Santa Catarina e no Nordeste, e a sêca que assolou recentemente o Rio Grande do Sul. Brasília, no entanto, segue como se tudo isso fôssem apenas problemas que precisam ser combatidos com a defesa civil. Ao contrário dos governos de outros países, o nosso hesita em acordar para a crise do clima e se comprometer a acabar com o desmatamento, ou a criação de áreas marinhas protegidas, para reduzir as emissões de CO2 e, ao mesmo tempo, mitigar seus efeitos.

    É aflitivo ver que a sociedade parece anestesiada diante dessa situação. A sensação é que não há quem se incomode mais com a devastação e a degradação e o fato de que o Brasil, um país que um dia foi lindo e rico em recursos naturais, está embicando para se transformar num país exaurido e feio. O Greenpeace, no entanto, se recusa a capitular. E acredita que há muita gente que não quer fugir dessa luta. Precisamos
    mostrar a nossa cara e reagir, protestando junto ao governo e aos formadores de opinião através da internet mas, sobretudo, nas ruas.

    Marcelo Furtado
    Greenpeace Brasil
    Diretor Executivo
    mfurtado@greenpeace.org
    +551130351165

    Read Full Post »

    Acabou de sair o segundo Greendex, que é um índice elaborado pela National Geographic com intuíto de medir o impacto das ações do consumidor frente ao meio ambiente. O questionário em sí trata-se de uma versão melhorada do teste Pegada Ecológica, criada pela ong WWF.

    greendex map of de world

    O legal é que a National Geographic além de melhorar  questionário foi a campo e entrevistou mais de 17.000 pessoas em 17 países para obter um indice de comparação.

    Neste ano o Brasil ficou em segundo lugar, perdendo seu posto de primeiro lugar para a Índia. Segundo o Greendex, o que tirou pontos do Brasil foi o excessivo consumo de carne, já que somos uns dos países que mais consome. Nos ultimos lugares ficaram os Americanos e os Canadesnses, de acordo com o quadro:

    Greendex: ranking dos principais países
    Consumidores 2009 2008 Consumidores 2009 2008
    Indianos (1º) 59.5 58.0 Alemães (10º) 51.1 48.1
    Brasileiros (2º) 57.3 58.6 Suecos (10º) 51.1 NA
    Chineses (3º) 56.7 55.2 Australianos (12º) 50.5 47.8
    Argentinos (4º) 54.7 NA Franceses (13º) 49.5 46.5
    Sul-coreanos (4º) 54.6 NA Ingleses (13º) 49.4 48.2
    Mexicanos (6º) 53.8 52.7 Japoneses (13º) 49.3 47.4
    Húngaros (7º) 53.3 51.7 Canadenses (16º) 47.5 46.3
    Russos (8º) 52.0 51.1 Americanos (17º) 43.7 42.4
    Espanhóis (9º) 51.4 48.0

    Fonte: Planeta Sustentável

    O desesperador é saber que nós, Brasileiros somos uns dos mais evoluidos com nesta questão, mesmo fazendo tanta coisa errada, imaginem como é ser Americano, dá até dó dos meus filhos só de pensar.

    Em todo caso, você pode contribuir para que o meu e o seu filhinho viverem bem, basta você responder o questionário e ver o que você pode melhorar em suas atitudes.

    Read Full Post »

    Older Posts »